Arquivo do mês: julho 2014

Azar

Ele me persegue,por vezesme enfrentame ganha Se me agiganto faço estrondoo assustoganho tempo Se me escondo, me acha e zomba das minhas lágrimasMas se o acaso trás a sorte,ele é quem foge Não faço graça, porque o destino é “brabo”Hoje … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário